sábado, 1 de agosto de 2015

“O MAIOR CULTO PÚBLICO A SATANÁS DA HISTÓRIA” É REALIZADO EM DETROIT















Detroit não é aquela cidade que declarou falência e que se encontra abandonada? - Veja aqui.

Cerca de 700 pessoas se reuniram no último sábado à noite numa boate na cidade de Detroit, no Michigan, para celebrar o que foi chamado de “o maior culto público a Satanás” da história.

Com cerca de 3 metros de altura e pesando quase uma tonelada, a
estátua mostra a representação de um ser parte homem e parte bode.

Ele está sentado em um trono marcado pelo pentagrama. Embora recebe outros nomes, a imagem é conhecida como Bafomete, uma figura mística que é adorada por grupos satanistas no mundo todo. Alguns grupos maçônicos também usam essa figura, cujo nome teria origem na união de dois vocábulos gregos, “Baphe” e “Metis”, significando “Batismo de Sabedoria”.

Depois de ficar mais de um ano anunciando que colocaria a estátua em um local público, a organização Templo Satânico, cancelou a exibição depois que grupos religiosos locais protestaram.

Ao invés disso, fez a apresentação em uma festa privada. Os ingressos custavam 25 dólares por pessoa. Quem desejava tirar uma foto sentado na estátua precisou desembolsar mais 75 dólares.

Embora use o nome de satânico, a organização afirma ser ateísta e que está promovendo a estátua como forma de aumentar o debate sobre a liberdade religiosa. Um grupo de cristãos conseguiu “penetrar” na festa e está divulgando imagens chocantes.

Em um ambiente que lembrava uma igreja, primeiramente um grupo de heavy metal se apresentou. No alto do palco, uma cruz invertida brilhava. Uma bandeira foi colocada no chão com as palavras “este é o meu corpo, este é o meu sangue”.

As fotos mostram também um homem vestido com roupas que lembram sacerdotes, adornadas com cruzes invertidas. O homem tinha o rosto pintado imitando uma caveira. Lembrava muito a
apresentação do grupo Ghost BC durante o Rock in Rio dois anos atrás.


Papa satânico

No centro do palco, a estátua estava coberta com um pano. Líderes do Templo Satânico leram pequenos discursos numa estrutura que lembrava um púlpito. Três pessoas nuas com apenas as cabeças cobertas participam de um ritual que lembra um batismo, só que ao invés de água é vinho derramado sobre suas cabeças.


Batismo satânico.

Depois, dois homens vestidos com roupas de sadomasoquismo e segurando velas foram chamados. Eles tiraram o pano e depois começaram a se beijar, sentados no colo da imagem.

Os presentes foram convidados a se aproximar da imagem para “admirá-la”. Vários casais hetero e homossexuais tiraram fotos sentadas no colo da estátua. Alguns iniciaram uma relação sexual em público. Na plateia, muitas pessoas tinham os rostos e o corpo pintados, alguns literalmente exibiam chifres e alguns tinham sobre o corpo seminu uma tinta vermelha que lembrava sangue.

Embora se apresentem como ateus e seu fundador, Lucien Greaves, tenha participado de vários encontros para a promoção do ateísmo nos EUA, fica claro que para eles Satanás é real. O discurso oficial é que Satanás é apenas uma figura que representa o que eles desejam: fazer oposição aos cristãos.
Reação dos cristãos

Durante toda a tarde de sábado, grupos cristãos fizeram cultos próximo ao local, orando e cantando louvores a Deus. Alguns pastores usaram os microfones para repreender a ação demoníaca sobre a cidade.

A bispa Corletta Vaughn da Catedral Espírito Santo, afirmou: “Não vamos entregar nossa cidade para os satanistas. É um espírito violento que está se mudando para a cidade e se infiltrar naquele lugar. Vamos expulsá-los daqui”.

“Nós não queremos isso aqui. É desrespeitoso”, disse a evangelista Bonita Shelby, esposa do pastor Don Shelby do Ministério Internacional Sarça Ardente, que gritava ao microfone: “Em nome de Jesus. Nós marchamos no Espírito em Detroit”.

Segundo foi divulgado, o Templo Satânico não deixará a estátua no Michigan. Os grupos cristãos da cidade fizeram grande pressão sobre a autoridades.

O pastor David Bullock, de uma importante igreja batista local, chegou a anunciar que, caso a estátua ficasse em local público, ele a destruiria.



 Agora, o grupo ateísta espera poder colocar Bafomete no Capitólio do estado de Arkansas, ao lado de um monumento dos Dez Mandamentos. Está apenas aguardando um parecer da justiça para isso. Anunciou também que pretende em breve colocar estátuas semelhantes em pelo menos dois outros Estados que possuem monumentos com os Dez Mandamentos em órgãos públicos. Com informações de
Fox News, The Blaze, Freep e Church Militant

terça-feira, 21 de julho de 2015

AIDS e Câncer


 Doenças como Aids e câncer, são causadas por Satanás?
A primeira coisa que devemos saber é que nenhuma doença vem de Deus. Ele é o autor só de coisas boas. Tudo aquilo que nos faz sofrer vem da mente do inimigo de Deus que quer fazer sofrer o povo do Senhor.

Mas Deus é poderoso. Foi poderoso para criar e é poderoso para recriar. Portanto, a nossa confiança tem que estar depositada Nele porque até os médicos e os remédios são apenas instrumentos nas mãos do Deus todo poderoso.

Você já ouviu falar dos milagres divinos que Jesus operou quando esteve nesta terra? Pois bem, esse Jesus continua vivo e pode operar os mesmos milagres através do Seu espírito hoje.
Mas é preciso entender que o milagre divino pode acontecer no seu corpo ou no seu coração. Se Jesus quiser e achar que é o melhor para você, curará no seu corpo, mas se na Sua infinita sabedoria Ele tiver outros planos, operará o milagre no seu coração de modo que você não sentirá mais medo de nada.
Devemos confiar em Deus. Quando nossa confiança estiver depositada Nele, passaremos a olhar com certeza as circunstâncias de nossa própria vida, de outra perspectiva.

Uma excelente medicina preventiva é seguir o plano de Deus. A Bíblia diz em Êxodo 15:26 “Dizendo: Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, sobre ti não enviarei nenhuma das enfermidades que enviei sobre os egípcios; porque eu sou o Senhor que te sara.”
A adoração a Deus livra-nos de doenças. A Bíblia diz em Êxodo 23:25 “Servireis, pois, ao Senhor vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de vós as enfermidades.”

Jesus tem poder para curar doenças. A Bíblia diz em Mateus 4:23-24 “E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando todas as doenças e enfermidades entre o povo. Assim a sua fama correu por toda a Síria; e trouxeram-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias doenças e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos; e ele os curou.”

A cura vem do Senhor. A Bíblia diz em Jeremias 17:14 “Cura-me, ó Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo; pois tu és o meu louvor.”

Para que possamos nos curar de doenças, devemos seguir os planos de Deus. A Bíblia diz em Tiago 5:14-16 “Está doente algum de vós? Chame os anciãos da igreja, e estes orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação.”

Não haverá nenhuma doença no céu. A Bíblia diz em Isaías 33:24 “E morador nenhum dirá: Enfermo estou; o povo que nela habitar será perdoado da sua iniquidade.”
Muitos nos perguntam: Quando somos atingidos por doenças, isto é sempre alguma provação de Deus ou pecados?

Primeiramente devemos entender que Deus não é responsável pelas doenças. O Senhor nunca coloca uma doença em nós. Ele pode sim permitir que fiquemos doentes, mas não nos torna doentes.
Existem várias causas para a origem das doenças, mas a original é a "entrada do pecado em nosso planeta". Foi o pecado que trouxe as doenças. Mas o que é pecado?
De acordo com I João 3:4, "pecado é a transgressão da lei". O pecado entrou no mundo porque a lei de Deus foi transgredida e isto ocasionou as doenças.

Agora podemos entender melhor o porque da existência das doenças; podemos entender que estas, em sua grande maioria, vêm a nós como uma "consequência da transgressão das leis de Deus de saúde" (leis de higiene, etc). Quando ficamos doentes, isto se dá porque não seguimos corretamente as orientações de Deus sobre nosso corpo.
A doença é um esforço da natureza para expelir do corpo as coisas que lhe prejudicam, que lha causassem o mal-estar.

Deus permite muitas vezes que fiquemos doentes por que nós escolhemos isto e, se ao transgredirmos as leis da saúde Deus não impedisse que colhêssemos aquilo que plantamos, estaria nos estimulando á negligência, fazendo com que continuássemos a destruir nosso corpo.
Tem um ditado que diz: "Deus pode transformar uma maldição em uma bênção". Deus pode usar uma doença (que nós colocamos em nosso corpo) e fazer com que esta seja um instrumento de fortalecimento de nosso caráter. Tal provação pode nos ajudar a crescer, voltar para Deus e a aprender a não fazermos mais aquilo de errado que fizemos antes.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

As horas do Novo Testamento

Lendo o Novo Testamento, você deve ter percebido as referências à sexta hora, nona hora, e assim por diante. Abaixo, para facilitar sua vida, uma tabela com a comparação destas horas no sistema moderno:

Mulher fala de Deus a sequestrador, que arrependido, desiste do crime e a ajuda fugir

 





Uma mulher que teve a morte encomendada pelo próprio marido falou de Deus para aquele que seria seu carrasco e teve a vida poupada. 

 Tudo aconteceu no dia 25 de junho, por volta das 19h00, quando a vítima saía da academia, na cidade de Itu, interior de São Paulo. Ela e o marido seguiam para casa em carros distintos, e uma simulação de defeito mecânico fez o casal parar os veículos para ver o que estava acontecendo.

“Ele foi na frente, mas de repente começou a andar devagar e ligou o pisca-alerta. Parei do lado e perguntei o que tinha acontecido. Ele disse que tinha um probleminha e me pediu para parar logo à frente”, contou a vítima. No entanto, o defeito não existia, e era apenas uma encenação para que os homens contratados pelo marido da vítima pudessem raptá-la.
De acordo com informações do G1, a frieza do marido era tanta que o filho do casal assistiu tudo, e chegou a dizer para o pai que estavam levando sua mãe, e o homem respondeu que não poderia fazer nada. 

 A vítima foi levada para um matagal na cidade de Indaiatuba (SP), onde seria morta. A mulher contou à Polícia e à imprensa que, quando ficou sozinha com apenas um dos raptores, ouviu dele que ela seria morta a mando do marido. 

 Sem muitas opções, ela apelou para Deus e começou a pedir que o homem não tirasse sua vida pois seu filho ficaria sem mãe: “Eu falei muito de Deus para ele. Falei: ‘Não faz nada comigo, Deus tem compaixão da sua vida. Deus ama a sua vida. Eu tenho um filho de quatro anos, eu não quero morrer'”, afirmou, emocionada. 

 O bandido, arrependido, resolveu ajudar a mulher a fugir e chamou um taxi para que ela voltasse para casa em segurança: “Ele falou que era o meu marido que queria me matar. Que eu não podia ficar mais naquele lugar junto com ele, porque eles [se referindo aos outros dois criminosos] iam voltar e iam querer me matar. E ele não ia me matar. Nisso ele chamou um táxi e me mandou para a casa dos meu pais”, contou.
O marido e dois dos sequestradores foram presos dias depois, quando uma gravação da encomenda da morte pelo marido foi apresentada como prova, corroborando o depoimento do bandido arrependido.

Publicado em G+

sexta-feira, 17 de julho de 2015

O Monge e o Executivo

O monge e o executivo administradores

O livro narra a história de John Daily, um executivo bem sucedido, técnico voluntário de um time de beisebol, casado e pai de dois filhos. Desde o início de sua vida John se via perseguido por um nome: “Simeão”. De todos os fatos e coincidências, ele não compreendia porque, sempre ao longe dos anos, tinha o mesmo sonho que lhe transmitia a mesma mensagem: “Ache Simeão e ouça-o!”.

Após um movimento sindical em sua fábrica, as constantes reclamações de sua esposa e a insubordinação de seus filhos, John começa a ver que nem tudo estava como planejara. Diante disso sua esposa sugere que ele vá se aconselhar com o pastor de sua igreja, que o indica a participar de um retiro num pequeno e relativamente desconhecido mosteiro cristão chamado João da Cruz, localizado perto do lago Michigan.

Uma das coisas que despertou seu interesse foi o fato do lendário Len Hoffman, um ex executivo, ser um dos frades do local. Apesar de sua resistência, o receio de perder sua família, decidiu ir. Ao chegar foi recepcionado por padre Peter, e ao indagar sobre a programação descobriu que Len Hoffman seria responsável pelo curso de liderança, porém o que mais lhe surpreendeu foi o nome que Len tinha recebido no mosteiro: “Simeão”
.
Ensinamentos

Durante as aulas ministradas, o debate inicial foi sobre a diferença entre poder e autoridade, e o conceito de liderança. Na continuidade discutiram sobre o velho e o novo paradigma, como não ter o cliente como inimigo, mas como aliado. Foi colocada a questão dos modelos de liderança dos quais Len acredita que a autoridade sempre se estabelece ao servir aos outros e sacrificar-se por eles, e isso trouxe a reunião questionamentos sobre o ato de amar, que, na visão de um líder, deve ser traduzido pelo comportamento e pela escolha, na união do falar e do fazer, deixando de lado o sentimento.

Mais conhecido como Amor Agapé, a bondade, o respeito e a paciência são uma de suas principais características. Sinônimo de liderança, este conceito, aqui, significa o que você faz e não o que você sente, ou seja, você pode odiar uma pessoa mais pode agir com amor. Sobre o ambiente foi ressaltada a importância do bom cultivo para uma boa colheita, que só podemos colher os frutos que plantamos, e que no âmbito profissional o ambiente de trabalho tem que ser saudável para estimular os funcionários.

A práxis ocorre quando um comportamento influencia nossos pensamentos e sentimentos. Quando nos comprometemos a amar alguém e a nos doar a quem servimos, e analisamos as nossas ações e comportamentos com esse compromisso, com o passar do tempo desenvolveremos sentimentos positivos por essa pessoa.

Exemplo

Exemplo: quando nos comprometemos a concentrar atenção, tempo, esforço e outros recursos em alguém ou algo durante certo tempo, começamos a desenvolver sentimentos pelo objeto de nossa atenção.

Na última reunião Len e o grupo conversaram sobre recompensas, após debaterem sobre o assunto chegaram a conclusão que a disciplina exigida para liderar com autoridade nos trará ganhos e benefícios, e que a recompensa da alegria é algo que traz satisfação interior e convicção de saber que você está verdadeiramente em sintonia com os princípios profundos e permanentes da vida.

Amar aos outros, doar-nos e liderar com autoridade nos força a quebrar nossos muros de egoísmo e ir ao encontro das pessoas. No livro “O monge e executivo” o autor James C. Hunter nos mostra todos os requisitos para nos tornarmos um líder ideal. Quando tentamos trazer à memória os líderes que nos marcaram, tanto sociais como empresariais, nos deparamos em pessoas que tinham ou tem algo cativante, diferente. O autor expressa em um texto fluido e emocionante este algo mais.

Semelhanças entre Líderes


Embora existam múltiplas definições para a liderança, é possível encontrar dois elementos comuns em todas elas: por um lado é um fenômeno de grupo e, por outro, envolve um conjunto de influências interpessoais, exercidas num determinado contexto através de um processo de comunicação humana com vista à conquista de determinados objetivos específicos.

As funções de liderança incluem, portanto, todas as atividades de influencia de pessoas, ou seja, que geram a motivação necessária para pôr em prática o propósito definido pela estratégia e estruturado nas funções executivas.

Nos momentos de reflexão do texto nos deparamos em discursões que nos faz refletir a diferença entre poder e autoridade, sobre o amor, sentimento ou comportamento?, as influencias do meio e nossas escolhas nos negócios e na vida. Assim entendemos que o líder de hoje é muito diferente do de antigamente, pois ele deve ser muito mais um sábio do que um técnico, deve acompanhar todas as mudanças.

Além disso, antes o bom Líder era aquele que sabia mandar, e hoje ele deve saber compartilhar e investir nas pessoas para que elas dê em o melhor de si mesmas. Segundo José Tolovi Júnior, liderança é algo que se aprende.

Para o especialista, qualquer um pode tornar-se um líder, basta ter as ferramentas certas e muita determinação. “Porém, uma vez lá, o líder precisa tomar cuidado para não cair em certas armadilhas, pois Liderança também está cercada de perigos”.

Já Roberto Justus, acredita que Liderança é um dom, que a pessoa nasce um líder nato ou não. Para o executivo, desde criança já demonstramos se seremos líderes ou não. No conceito de liderança, os líderes desenvolvem habilidades básicas e o conhecimento necessário para compreender, predizer e influenciar o comportamento dos outros. Para James C. Hunter, o individuo não precisa ser chefe para ser líder.

“Liderança é você inspirar e influenciar o outro para ação. É influenciar pessoas com entusiasmo e trabalho para o bem comum”. A diferença entre poder e autoridade consiste em: “poder é força que funciona por um tempo, mas fica velho”; “Autoridade, ao contrário, é a habilidade em conseguir que as pessoas façam sua vontade por conta de sua influência pessoal”. Um bom exemplo de autoridade, segundo ele, são nossas mães. “Elas atingem esse status porque nos serviram e continuam a nos servir ao longo de nossas vidas”.